O Brasil tem 11,5 milhões de analfabetos, de acordo com o IBGE

A educação se divide em algumas etapas, sendo necessário começar pela educação básica. E é justamente nesta etapa que o país se encontra com mais dificuldades para progredir. De acordo com o IBGE, o país possui cerca de 11,5 milhões de analfabetos e esse número é muito significativo para o nosso desenvolvimento. Entenda a notícia lendo o texto a seguir:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é responsável por gerar diversos dados importantes para o país e um deles indicou um índice significativo de brasileiros analfabetos.

De acordo com os índices registrados historicamente, sempre existiu um percentual grande de pessoas que não haviam sido alfabetizadas ou que não haviam concluído a educação básica, que se divide em educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Na maioria das vezes, esse percentual representava uma parte da população que já possuía uma idade avançada e teve os estudos interrompidos anteriormente.O que realmente assustou acerca dessa notícia, foi a variedade de faixa etária para esse percentual não alfabetizado. 

Os dados do IBGE indicam que grande parte desses cidadãos que não sabem ler ou escrever tem cerca de 15 anos, o que pode estar afetando muito o cenário educacional e profissional do país a longo prazo.

O Governo havia proposta uma meta educacional que visava erradicar o analfabetismo no país até 2024, o que se torna totalmente inviável após o lançamento dos dados acima.

Qual a proposta do Governo para reverter o percentual de analfabetismo no país?

Após descobrir esse número tão insatisfatório, o brasileiro passou a exigir um posicionamento do Governo para modificar essa situação, mas até agora as propostas continuam sendo os programas educacionais já existentes.

Um deles é o Encceja, que promove a certificação do ensino fundamental e médio a partir de uma única avaliação. As.inscrições Encceja 2020 são gratuitas e espera-se que mais pessoas possam participar da prova.

Para realizar a prova do ensino fundamental, é necessário que o jovem tenha ao menos 15 anos completos até o dia da avaliação. Enquanto isso, o candidato que irá participar da prova para ensino médio, precisa ter ao menos 18 anos completos até a realização do Encceja.

Uma outra opção é o programa Educação para Jovens e Adultos (EJA), que permite a conclusão do ensino básico em menos tempo em instituições públicas de ensino.

O sistema educacional se assemelha ao tradicional, possuindo aulas regulares no período da noite, assim como entrega de trabalhos e realização de provas.

Criar atividades divertidas para seus alunos com essa 5 dicas

O processo ensino-aprendizado encontra diversas barreiras em seu caminho e por isso, o educador precisa se reinventar e desenvolver atividades que possam manter o aluno interessado. Se você está querendo criar um momento descontraído mas ainda assim, voltado para a educação, vale a pena conferir as dicas abaixo. Você pode utilizar as propostas no seu dia a dia! Confira a seguir 5 dicas para criar atividades divertidas:

1. Incentive a usar o tato

O tato é um sentido essencial para o desenvolvimento cognitivo da criança e por isso, as atividades que incentivam o manuseamento de objetos e o trabalho com o toque são sempre bem recebidas.

Na verdade, todas as idades podem trabalhar o tato e uma dica bem legal é utilizar um molde de letras grandes para incentivar o aprendizado dos conteúdos. Os moldes podem ser usados para um ditado, elaboração de frases e muito mais!

2. Trabalhe o letramento literário

O letramento literário é uma formação muito importante para o processo educacional. O problema é que essa etapa possui muitas falhas que podem gerar déficits de atenção, interpretação de texto a até a própria expressão oral.

Então que tal utilizar livros para trabalhar alguns dos seus assuntos? Uma outa opção é propor a elaboração de um livro pelos próprios estudantes.

3. Elabore projetos voltados para a produção

Pesquisas já indicaram que quando o estudante identifica as funções de cada assunto, é mais fácil para ele fixar aquele conteúdo e utilizá-lo no dia a dia.

A dica é incentivar a elaboração de projetos físicos, como feiras de conhecimento, criação de objetos e até propostas de melhoria para a própria escola.

4. Use a expressão corporal ao seu favor

A expressão corporal é um ponto interessante sobre o desenvolvimento de qualquer criança ou adolescente. Além da fixação do conteúdo, pode também estar oferecendo melhorias na comunicação do aluno.

O educador pode propor a elaboração de uma peça teatral, uma apresentação de diálogo ou até um vídeo feito pelas crianças. As possibilidades são muitas!

5. Proponha jogos de competição

A competição é uma coisa natural para todos os seres humanos e você pode utilizar isso ao seu favor em sala de aula. A elaboração dessa atividade irá depender da faixa etária dos estudantes, mas no geral, funciona para todas as matérias.

Você pode realizar um quiz ou um jogo de soluções de problemas no quadro. Para isso, basta preparar algumas perguntar e oferecer prêmios para os vencedores.

Crie um cronograma de estudos para alcançar seus objetivos

Você tem o objetivo de tirar nota máxima naquela prova? Ou será que a sua intenção é ser aprovado no Exame Nacional do Ensino Médio e começar o curso dos seus sonhos? A sua meta pode até ser passar naquele concurso super difícil, mas vale a pena mencionar que isso só será possível através de foco e uma organização contínua.

Quer obter sucesso nos estudos? Então veja a seguir como criar um cronograma de estudos para conseguir alcançar os seus maiores objetivos:

Estabeleça o que precisa ser estudado

Antes de montar o seu cronograma de estudos, uma dica bem importante é saber o que você precisa estudar. Quem vai prestar concurso, pode até estar em dúvida nesse ponto, afinal em 2020 terá concursos? 

Bem, muitos cortes aconteceram no Governo Bolsonaro e os concursos foram congelados. Mas é preciso ressaltar que essa mesma ação já foi prevista antes e mesmo assim, os concursos aconteceram.

Por isso, vale lembrar que quem pretende realizar o PCI concursos ou qualquer outra seleção, vai encontrar os assuntos das provas na internet.

Divida os assuntos de acordo com os dias de estudo

Já sabe o que precisa ser estudado? Pronto! Agora será a hora de definir quais os dias da semana nos quais você irá estudar e as matérias istas em cada um deles.

Essa etapa é muito importante para organizar o seu cronograma, pois os assuntos vistos por dia precisam condizer com o prazo que você tem para estudar, ou seja, a data da prova.

Prepare um ambiente para o estudo

É interessante, não só para manter o foco, mas também para estabelecer um ambiente que incentive o estudo criar um espaço só para esse intuito.

Pode parecer difícil criar esse ambiente, mas isso é possível de uma forma bem simples. Basta separar um cantinho com uma mesa e uma cadeira e deixar tudo que você precisa, desde calculadora a lanches, próximos a você.

E não esqueça de manter as distrações longe! Os celulares e tablets podem até ser usados para pesquisa, entretanto, vale a pena silenciar os outros aplicativos!

Separe um dia para fixação de conteúdo.

A fixação de conteúdo é uma etapa muito importante para qualquer momento de estudo, afinal, estará auxiliando o seu cérebro a manter o assunto em mente através de problemas que precisam de solução.

Por isso, o ideal é que você separe um dia da semana para revisar e praticar todos os assuntos vistos, garantindo assim que o seu cronograma não seja uma perda de tempo.

Qual o futuro da educação no Brasil? 4 mudanças propostas pelo Governo Bolsonaro

O Governo Bolsonaro trouxe muitas mudanças em diferentes setores sociais, mas um setor que tem preocupados os brasileiros é a educação, afinal terá efeitos a longo prazo.

Afinal, qual é o futuro da educação com o novo modelo político. Para entender do que se trata e esclarecer as suas dúvidas, confira a seguir 4 propostas para a educação pelo Governo Bolsonaro:

1. Redução de bolsas do Fies

O Fies é o maior programa de financiamento estudantil e já auxiliou muitos estudantes a conquistarem o seu tão sonhado diploma. A proposta é conhecida principalmente por ter juros de mercado bem acessíveis e de acordo com o Governo de Bolsonaro, representa um gasto excessivo para os cofres públicos.

A redução chegou a  R$ 10,2 bilhões, o que representa menos vagas disponíveis para o FIES 2020tornando as bolsas ofertadas ainda mais concorridas.

2. Ampliação das escola cívico-militares

Uma proposta que tem sido muito falada nesse governo é em relação a instalação e ampliação do modelo cívico-militar nas escolas. Esse modelo permite que militares interfiram diretamente na administração e pedagogia da escola. O que ainda não se sabe é até que ponto o poder militar poderá influenciar as instituições de ensino.

As escolas cívico-militares serão voltadas para filhos e dependentes oficiais de militares, sendo desnecessário o processo seletivo para esse público.

3. Instalação do programa Novos Caminhos

Quem anda informado sobre políticas educacionais, já deve ter ouvido falar no Pronatec, o maior programa que distribui bolsas para o ensino técnico. De acordo com o Governo, o programa não correspondeu as expectativas e significou um desperdício significativo de verba para os cofres públicos.

Por isso, o presidente Jair Bolsonaro visa instalar o programa Novos Caminhos, que tem o objetivo de melhorar o Pronatec e torná-lo mais funcional para o mercado de trabalho.

4. Corte de verbas para o ensino superior

É interessante lembrar que todos os níveis da educação serão afetados por cortes de verbas, mas o setor mais prejudicado será o ensino superior. De acordo com os dados lançados pelo próprio governo, as áreas de exatas e saúde serão as mais afetadas pois tem custos altos de permanência.

Mas o que isso quer dizer a longo prazo? As instituições públicas de vários estados do país tem se mantido no ranking de melhores instituições da América Latina, o que ficará difícil de manter após os cortes de verbas. Afinal, os projetos, eventos e pesquisas nas diversas áreas da educação dependiam dessa verba.

Fonte: fies.eco.br

Fuvest, Unicamp ou Vunesp? Conheça os principais vestibulares de SP

São Paulo é um estado que possui diversos títulos diferentes e o mais importante deles, é possivelmente relacionado a sua educação. Algumas das melhores instituições do ensino superior estão localizada no estado e você pode ingressar em um cursos através dos vestibulares disponíveis. Conheça alguns a seguir:

FUVEST

A Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST) representa uma das maiores organizações responsáveis pela distribuição de vagas no ensino superior.

A iniciativa promove o acesso a educação a nível superior para algumas das universidades mais concorridas do país. São elas: a Universidade de São Paulo (USP) e a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP).

Em algumas situações especiais, como foi o caso da seleção da Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB) em 2010, o exame também pode ser utilizado.

A prova acontece em dois dias e é realizada em duas fases. A primeira fase geralmente acontece no mês de novembro, enquanto a segunda, no mês de janeiro.

Os alunos deverão responder a assuntos relacionados ao conteúdo do ensino médio, abordando todas as matérias oficias dadas em sala de aula.

A prova da Fuvest é bem parecida com o modelo de seleção antigo do Enem, em que os estudantes selecionados na primeira etapa, deverão participar da segunda, superando a nota de corte SISU Fuvest.

Vestibular Tradicional

Uma outra opção para os paulistas ou para quem deseja estudar em São Paulo, é participar do vestibular tradicional. Se você almeja uma vaga na Unicamp, por exemplo, este deverá ser o método utilizado.

Isto porque a instituição não aderiu ao Exame Nacional do Ensino Médio como ferramenta de seleção para preencher as vagas ofertadas. Ao invés disso, os estudantes participam do vestibular agendado da própria instituição..

Para garantir a sua vaga, o estudante deverá participar da prova de vestibular tradicional e ser aprovado alcançado as notas mínimas exigidas pela universidade.

Vunesp

São Paulo possui ainda uma outra opção bastante conhecida para quem está pesquisando sobre os vestibulares disponíveis, Estamos falando da Vunesp, um processo seletivo bem concorrido.

A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP) que visa promover, organizar e monitorar o acontecimento do vestibular da instituição.

Atualmente, diversos funcionários trabalham para o acontecimento do vestibular, e a tendência é que esse método cresça ainda mais esse ano.

Os alunos interessados devem se inscrever no período indicado em que o edital é lançado, participar da prova e alcançar as notas mínimas para serem aprovados.

Cinco cursos de beleza com alta demanda no mercado

O mundo da beleza hoje é um dos maiores responsáveis por gerar renda, aumentar o índice de empregabilidade e abrir novos negócios. Essa é uma área muito vasta, mas não dá para escolher um curso sem saber como está o mercado de trabalho para estas profissões, certo? Se você está pensando em entrar no ramo, vale a pena conhecer os cursos com alta demanda no mercado. Confira a lista a seguir e conheça os cinco mais procurados:

1. Depilação

Um dos cursos mais procurados do momento é o de Depilação. Isso porque homens e mulheres têm se interessado em resultados mais duradouras na hora de depilar.

Fora que esse mercado está sempre lançando novidades que promete um resultado melhor, doer menos e até clarear regiões da pele. Por isso, o profissional que decidir cursar a formação poderá achar emprego facilmente.

Para os interessados, vale a pena dar uma olhada nos cursos gratuitos SENAC 2020!

2. Barbearia

Os homens estão super vaidosos! Hoje em dia o mercado se moldou para atender a nova geração de homens que se preocupam com a aparência e não se importam em gastar com ela.

Sem contar que sempre estão sendo lançadas tendências incríveis no mercado, e o salão da esquina não dá mais conta de atender esse público! Foi necessário uma mudança nesse cenário e cada vez mais pessoas estão procurando se especializar ou se aprimorar na área.

A procura é tanta, que a escola técnica SENAC SP 2020, está ofertando diversas bolsas de estudo na área. Já pensou em se formar em pouco tempo e abrir a sua própria barbearia?

3. Design de sobrancelhas

As sobrancelhas virarão a nossa grande paixão! O formato do rosto sofre influência direta do modelo das sobrancelhas e nós já sabemos disso.

Mas existem técnicas incríveis para aprimorar o resultado das sobrancelhas, sem contar nas possibilidades de preencher as nossas queridinhas e fazer as tão amadas sobrancelhas fio a fio que durão muito tempo.

4. Maquiador profissional

Outro curso que está em alta e rendendo uma bela carreira para os seus profissionais é o de Maquiador profissional.  E o melhor é que cada vez mais instituições estão ofertando a capacitação.

Além de poder atuar tanto em estabelecimentos comercias como de maneira independente, com a internet, o maquiador também pode fazer a sua propagando usando as mídias sociais.

5. Cabeleireiro

Por último mas não menos importante, temos um curso da área da beleza que nunca sai de moda. Estamos falando, é claro, da formação para cabeleireiros.

O curso é oferecido em muitas escolas técnicas e promete capacitar o profissional em pouco tempo. Essa é uma área da atuação interessante e com muitas possibilidades.

5 coisas que você precisa saber antes do Prouni

O Prouni é uma programa muito famoso, princialmente por permitir o acesso ao ensino superior. Este é um dos programas que proporciona facilidades para os estudantes que querem ingressar em instituições de referência, mas muita gente ainda tem dúvidas quanto a ele.

Existem algumas coisas que você precisa saber antes da data do Prouni chegar, e você pode conferir a seguir na lista das 5 informações essências sobre o programa:

1. É voltado para a rede particular de ensino

O Programa Universidade Para Todos foi desenvolvido para distribuir bolsas de ensino no nível superior. Ele funciona através da parceria com instituições de ensino reconhecidas pelo MEC. A distribuição de vagas é diretamente voltada para a rede particular, assim como o Educa Mais Brasil 2020, programa que tem objetivo semelhante.

Se você quer se inscrever para instituições públicas, o programa no qual você deve se inscrever é o SISU (Sistema de Seleção Unificada).

2. Existem dois tipos de bolsa

O Prouni disponibiliza dois tipos de bolsas para os estudantes: as parciais e as integrais. As parciais podem ter uma porcentagem diferente de desconto, dependendo da instituição. Essas bolsas ficam a critério da faculdade, por isso, em programas como o Prouni e o Quero Bolsa 2020 existem diferentes valores para o mesmo curso.

Enquanto as bolsas integrais não exigem nenhum valor monetário dos aprovados. Vale lembrar que o que irá definir para que bolsa você pode concorrer é a sua renda.

3. Estudante da rede particular não podem participar

Uma das exigências para participar do Prouni é ser estudante da rede pública de ensino. É necessário ter cumprido os três anos do ensino médio em uma instituição pública.

Apenas alguns estudantes da rede particular podem participar, são eles os estudantes que tiverem concluído o ensino médio na rede particular como bolsista integral.

4. Não é destinado para pós-graduação

Como você pôde conferir acima, o intuito do Prouni é facilitar ao acesso ao ensino de qualidade para os alunos que não podem custear toda a formação.

Muita gente acaba achando que pode usar este recurso para a pós-graduação, mas vale lembrar que o programa é voltado exclusivamente para o nível superior.

5. Professor da rede pública pode participar

Nem todo mundo pode participar do Prouni, pois a inciativa pretende beneficiar o público de baixa renda, entretanto ainda existem algumas exceções.

É o caso dos professores da rede pública de ensino, que podem se inscrever e concorrer às bolsas do Prouni caso estejam atuando regulamente.

Quais as formas de ingressa carreira em um banco?

Você sabia que prestar serviços para uma instituição financeira proporciona diversos benefícios para o trabalhador? Por isso, as vagas que ficam disponíveis para os bancos são sempre bastante concorridas.

Para quem tem interesse em ingressar na carreira em um banco, é preciso conferir as formas de começar a trabalhar na instituição. Veja a seguir.

Quais as formas de ingresso?

Como os cargos em instituição financeira dispõem de muitas responsabilidades e proporcionam diversos benefícios, as vagas ofertadas periodicamente são sempre bastante concorridas.

Para cargos de nível médio e superior, a única forma de ingressar na carreira do banco é participando de concursos públicos ou privados. Estas formas de seleção não ficam disponíveis sempre, por isso, é preciso estar atento à divulgação dos editais e se inscrever.

Mas vale mencionar que existe um programa que incentiva a contratação de jovens sem experiência para trabalhar em grandes empresas e instituições financeiras. Este programa é o Jovem Aprendiz, iniciativa que permite que pessoas entre 14 e 24 possam atuar no mercado de trabalho, como por exemplo, o Jovem Aprendiz Caixa.

As opções de emprego são muitas e você pode trabalhar sem nenhuma formação profissional no Bradesco, umas das maiores instituições financeiras privadas do país. Para participar da seleção, é preciso se inscrever para o Jovem Aprendiz Bradesco. Esta categoria de emprego tem carga máxima de trabalho de seis horas e a remuneração dependerá do tempo de serviço prestado.

Quais os benefícios de trabalhar em um banco?

O primeiro e mais atrativo benefício para quem trabalha para um instituição financeira é a remuneração, que é geralmente mais alta do que a média.

Sem contar que, para o profissional dedicado e que continua a se capacitar na área, a possibilidade de crescimento na carreira é muito grande.

Para quem vai trabalhar em um banco através do programa Jovem Aprendiz poderá desfrutar de treinamento adequado e até cursos inteiramente gratuitos a fim de capacitar os jovens contratados! É importante mencionar o diferencial adquirido no seu currículo através deste tipo de contratação.

Uma outra facilidade que pode atrair o público para esta carreira é a aquisição de crédito rápido, taxas de juros reduzidas e outros recursos bancários disponíveis para o funcionário. A maioria dos cargos dispõe de plano de saúde.

Apesar das altas cobranças dos cargos em instituições financeiras, os benefícios são inúmeros e você poderá fazer o seu nome no mercado de trabalho e entre os clientes do banco.

5 Passos Para Quem Deseja se Tornar um Juiz

Uma das profissões mais desejadas do país é a de um juiz de direito. Além do prestígio, o profissional tem um salário atraente e atuação respeitosa. Embora esse seja o sonho de muitas pessoas, poucas conseguem alcançar. É que existe uma disputa em concurso para os interessados em iniciar a carreira como juiz.

Formação de um juiz

Antes de tentar uma vaga no concurso para juiz, os candidatos precisam ultrapassar outras etapas. Por exemplo, a formação em direito que exige muita dedicação. E como passar na OAB para atuar no mercado.

Um exame que avalia os conhecimentos dos estudantes, e de acordo com o número de acertos emite uma carteirinha da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), comprovando que o profissional está apto para atuação.

Algumas pessoas conseguem o certificado antes mesmo de finalizar o curso de direito. Mas, precisam aguardar a emissão do diploma para exercer a função. Nesse caso a dica é estudar fielmente para obter satisfação na prova.

Além disso, o advogado interessado em prestar concurso público seja para âmbito estadual ou federal, deve ter no mínimo 3 anos de atuação no segmento jurídico.

Carreira de um juiz

Quando consegue passar no concurso, o juiz passa a ser um funcionário do estado ou da federação. E pode ainda, atuar em setores como trabalhista, eleitoral e militar, que são nichos específicos do direito.

A profissão exige total dedicação, podendo o juiz exercer sua função em uma única vara ou em diversas varas.

O salário mensal é de no mínimo R$20 mil. No entanto, o conselho é que o profissional busque preencher uma vaga com o intuito de ajudar a justiça brasileira, e não somente pelo salário.

Concurso para vaga de juiz de direito

O caminho até a conquista pelo cargo de juiz é longo. São cinco anos de curso de direito, três anos de experiência na área e a disputa em concursos para a função. Por isso, a dica é não desistir na primeira tentativa.

A prova é composta por avaliação escrita e oral. Se conseguir passar no concurso, o candidato precisa frequentar uma escola de magistratura para aprender técnicas, conceitos e ações que deverão ser utilizadas.

No início, o profissional deve ocupar cargo de juiz substituto. Uma espécie de estágio, normalmente em cidades menores e com a supervisão de um juiz experiente. Após dois anos, ele pode ser transferido para uma cidade e tomar posse do seu cargo em definitivo.

Quais os requisitos para se inscrever no Educa Mais Brasil?

Com o começo do ano, muitas pessoas iniciam sua graduação ou formação profissional. Para quem está pensando em melhorar o currículo, vale lembrar que o Educa Mais Brasil é uma iniciativa que pode ajudar muito você. O programa visa auxiliar jovens e adultos a começarem o curso dos seus sonhos com um custo muito reduzido. Você sabe quais os requisitos para se inscrever no Educa Mais Brasil? Leia o texto a seguir e fique por dentro de tudo.

O que é o Educa Mais Brasil?

O Educa Mais Brasil é um programa que funciona via internet e tem parceria com diversas instituições de qualidade. O programa disponibiliza bolsas de estudo de até 70% nos mais variados cursos.

Muitos estudantes já conseguiram o seu diploma através da iniciativa, e vale lembrar que ela também pode ser utilizada para o ensino fundamental, o ensino médio, assim como para graduação e pós-graduação.

Iniciativas como o Educa Mais Brasil e o Quero bolsa disponibilizam diversas oportunidades para você, inclusive me outras modalidades de ensino. Quem quer optar por uma formação mais curta, pode se beneficiar com uma das bolsas para curso técnico.

Quais os requisitos?

O Educa Mais Brasil é um programa de auxílio, e assim como qualquer outro, irá dispor de alguns requisitos para participação. Diferente da maioria dos programas, ele não dispõe da realização do Exame Nacional do Ensino Médio, mas pode ser critério para algumas instituições.

Apesar de não dispor de nota, a inciativa irá requirir a comprovação de renda baixa, já que tem o intuito de auxiliar quem não pode arcar com os custos integrais de uma faculdade.

Também é necessário ter mais de 18 anos para realizar a sua inscrição no programa. Se você está de acordo com os requisitos do Educa Mais Brasil e quer concorrer a uma bolsa, saiba a seguir qual o procedimento que você deve seguir:

Como se inscrever?

O Educa Mais Brasil é uma iniciativa online, ou seja, a pré-matrícula é realizada pela internet. Para se inscrever, você deve visitar o site do programa ou verificar se a instituição que você deseja ingressar é participante da iniciativa.

Depois, informe o seu local ao site para verificar todas as vagas e faculdades disponíveis para você. Quando encontrar a melhor opção, se candidate à vaga e preencha os dados necessário. Ao finalizar o processo, aguarde a divulgação do resultado e as instruções da instituição para a qual você se candidatou.

FONTE